#ROTTERDAM – The big salad

1 28 26 24 27 14 22 16 15 1117 9 8 5 4 3 7 25 10 13 12 2 2319

“This metropolitan jewel of the Netherlands is riding a wave of urban development, redevelopment and regeneration.”

Lonely Planet mini guide

Roterdão foi distinguida pela Lonely Planet como uma das dez melhores cidades para se visitar em 2016 (à escala global). A par de Budapeste, é para mim, a maior surpresa europeia – até ao momento. Um devaneio por aquelas ruas equipara-se facilmente ao pisar de uma galeria de arte ao ar livre. Há de tudo para todos os gostos: moderno, pós-moderno e contemporâneo. Tudo misturado como se de uma salada se tratasse mas com a harmonia inesperada de quando se junta tudo o que não tem nada a ver e se obtém engenho e visão. Esta hegemonia oferecida pela arquitetura futurista é enaltecida pelo porto mais movimentado da Europa, pelos locais de lazer, espaços verdes e iniciativas locais.

Diz-se por aí que Roterdão é uma das cidades europeias mais excitantes do momento e deu para perceber porquê.


Rotterdam was distinguished by Lonely Planet as one of the top ten cities to visit in 2016 ( globally ). Along with Budapest, is to me, the biggest European surprise – so far. Walking by those streets is to step of an outdoor art gallery. There’s everything for every taste: modern, postmodern and contemporary. All mixed up like a salad with such an harmony. This hegemony offered by futuristic architecture is enhanced by the busiest port in Europe , the leisure facilities , green spaces and local initiatives.

They say there that Rotterdam is one of the most exciting European cities right now and now I understand why.


					
											
				

Leave a Reply