Sempre ouvi falar maravilhas acerca de Menorca. Que era um paraíso por descobrir, uma ilha em cujo lado selvagem e natural das praias é preservado, um lugar obrigatório para quem gosta de praia, de sol, descanso e uma pitada de aventura. Visitei em Agosto, no pico da época alta, pelo que acho que este post te vai ser útil se pretendes fazer o mesmo que eu. É preciso muita disposição e energia para percorrer o máximo da ilha, são muitas praias e as distâncias são longas. Mas vale muito a pena. O melhor é visitar em Maio/Junho e Setembro/Outubro – todos os habitantes locais disseram o mesmo. No entanto, se só puderes conhecer no pico do verão europeu, vais agradecer-me muito as dicas que te vou dar.

NÃO ESPERES FACILIDADE PARA CHEGAR ÀS PRAIAS. As praias virgens são de muito difícil acesso. Tens que chegar de carro que podes estacionar num parque a cerca de 1km, em média, do areal. A certa altura da manhã, quando não há mais lugar os acessos para a praia são cortados. Durante o trajecto na estrada tens placas que indicam se há ainda vaga ou não. Naquela altura não funcionavam e, por duas vezes, não conseguimos visitar a praia que queríamos. A solução seria tentar o acesso por uma praia mais próxima, mas tal tarefa fica muito complicada por implicar caminhadas de cerca de 5km, com pouca sinalização (alguns não tinham rede para consultar o GPS) no meio de vegetação, com trilhos dúbios.

CHEGA CEDO ÀS PRAIAS. O ponto anterior remete-nos para esta dica. Chegar o mais cedo possível às praias mais famosas. Em Cala Turqueta o parque de estacionamento abria às 9 e as 9:45 já não permitiam mais entrada. Há acesso limitado dependente do estacionamento.

ALUGA UM CARRO. Se a tua intenção for explorar a ilha, obrigatório fazê-lo de carro. As distâncias entre as praias são longas e não há ligação entre elas. Na maioria das vezes é necessário voltar até à estrada principal para continuar o caminho para a seguinte, e por aí adiante. Em muitas praias não passa qualquer tipo de transporte público. Podes aceder a algumas praias através de barcos que fazem roteiros entre algumas praias, mas não consegues ficar muito tempo em cada praia. 🙁

NÃO HÁ INFRA-ESTRUTURAS DE APOIO NAS PRAIAS. Quando procuramos beleza natural numa praia não podemos esperar ver o areal atolado de bares. Leva sempre água fresca, alguma comida e uma sombra (não há aluguer de guarda-sol). Durante o dia há vendedores ambulantes de água e fruta fresca. É uma verdadeira festa quando eles chegam ao areal 😉

DÁ PRIORIDADE AO SUL DA ILHA. Menorca tem dezenas de praias lindas. Planeia bem os teus dias, dando prioridade às praias que não queres perder. Na minha opinião, as mais bonitas são a Mitjana, Son Saura, Turqueta, Macarella e Macareleta que se localizam no sul. Aconselho-te a ficar, pelo menos, metade do dia em cada uma delas.

SE GOSTAS DE VIDA NOTURNA, ESTA ILHA NÃO É PARA TI. Menorca não é destino de férias para quem gosta de incluir noite e festa nas suas férias. Foge um pouco ao estilo de vida espanhol. A partir das 23h já são muito poucos os restaurantes que servem jantar e havia mesmo muito poucos bares abertos depois dessa hora. Se gostares da vida noturna, é mais aconselhado ficares em Maiorca ou em Ibiza.

VAI À COVA D’EN XOROI. Que lugar incrível. Há uma vibração e uma energia inexplicáveis. Trata-se de um bar/restaurante/discoteca construído numa gruta a um nível considerável acima do mar. Obrigatório visitares no final de tarde, para veres o por do sol – um dos mais magnetizantes a que já assisti. Há sempre concertos com música ao vivo até de noite, num ambiente descontraído que vai obrigar-te a ficar pela noite dentro a cantar à luz do luar 🙂

ASSISTE A TODOS OS PORES DO SOL. Nesta ilha o por do sol é visto como um espectáculo, um presente oferecido pela mãe-natureza. As pessoas deslocam-se para as callas e ficam sentadas à espera que o sol se despeça até ao outro dia. Atentam na mudança dos tons no céu, no abrandar do vento e na calma de final de dia que é quebrada por um aplauso quando o sol desaparece por detrás da linha do horizonte.

Cala Blanca

Bar Sa Posta de Sol

 

 

Author Sara

More posts by Sara

Leave a Reply