Foram várias as vezes que comecei a escrever sobre ela. Sobre aquela que fará inócua a tentativa de procurar alguma outra que se lhe assemelhe. Acho que é por isso que deixo os termos suspensos limitando-me ao simples esforço de não pensar no que estou a sentir – quando tenho o mar, a comida, as pessoas e a luz. Aquela luz que lhe é tão própria. Que lhe realça a altivez majestosa em detalhes e a humildade absorta em preceitos. Escrevo sobre ela. Essa a quem sabe sempre tão bem voltar.
15064104_1218096921580638_1500371623_o 15051982_1218097361580594_421683375_o15133830_1218097131580617_1674161646_o 15060318_1218097054913958_871010095_o 15064950_1218097428247254_1755626136_o15053189_1218097201580610_1350759320_o 15053233_1218096851580645_1531560727_o 15052039_1218096911580639_1946374830_o 15101812_1218096464914017_582229912_o

Photo credits: Diogo Arrais

Author Sara

More posts by Sara

Leave a Reply