thumb_p9086299_1024

TOOK A PILL IN #IBIZA

By | FORMENTERA, IBIZA | No Comments

Depois de tanto “I took a pill in Ibiza” não havia como não ter vontade de sentir a energia da isla mágica, como lhe chamam. Esta pedaço de terra, que outrora pertenceu a fenícios e romanos, vive de longos dias de praia e loucas noites de verão, tendo sido a catapulta para a minha nova definição de paraíso – Formentera. Dois dias aqui não são nada… quase não deu para sentir o gosto. Apenas bastou para ganhar um motivo extra para voltar 😉

thumb_p9086376_1024thumb_p9086413_1024thumb_p9086408_1024 thumb_p9086403_1024 thumb_p9086364_1024 thumb_p9086374_1024 thumb_p9086299_1024 thumb_p9086302_1024 thumb_p9086337_1024 thumb_p9086314_1024 thumb_p9086377_1024 thumb_p9086369_1024 thumb_p9086335_1024 thumb_p9086300_1024thumb_p9086421_1024

After so many time listening “I took a pill in Ibiza” it was impossible not to feel a huge will to visit the magic island, as they call it. This piece of land that once belonged to Phoenicians and Romans, lives of long beaching days and crazy summer nights. It was from here that I was taken to my new definition of paradise – Formentera. Two days here are nothing… it was just enough to get a bit taste and an extra reason to come back 😉

14115594_1141089972614667_4432949952483545465_o

WHAT TO LIVE FOR

By | COTE D'AZUR, INSPIRATION | No Comments

14107836_1141089929281338_9207118041222491572_o 14054376_1141086352615029_7495368380074960314_o14066364_1141089845948013_8263239267712463775_o14067770_1141089609281370_208069896969603191_o14067780_1141085569281774_7857235196620174985_o14115599_1141089849281346_5809451609356768455_o14124357_1141087099281621_1811016093327268078_o14066328_1141085815948416_8993009274666922608_o

“Someone once told me always live for the little things in life. Live for 5 am sunrise and 5 pm sunsets where you’ll see the colours in the sky that don’t usually belong. Live for the road trips and bike rides with music in your ears and the wind in your hair . Live for the day when you’re surrounded by your favourite people who make you realise that the world is not a cold harsh place. Live for the little things because they will make you realise that this is what life is about. This is what means to be alive.”

– A.Y.

capa

WELCOME TO SAINT-TROPEZ!

By | COTE D'AZUR, INSPIRATION, LIFESTYLE, PHOTOGRAPHY | No Comments

14103039_1139532772770387_5619397366574686818_o13996130_1139532892770375_5333372707504336833_o14060466_1139515596105438_1476180029_o 14047175_1139532556103742_353035330629115302_o 14074608_1139515996105398_839986622_o 14087379_1139515432772121_562388006_o 14123970_1139515946105403_1851998325_o 14087363_1139515949438736_70953513_o 14066492_1139532689437062_7116199727135440175_o 14047342_1139532272770437_7449992079530427222_o 14087183_1139515999438731_948436692_o 14125111_1139532496103748_3683258906443859260_o 14124268_1139532866103711_4618028541848129563_o 14102895_1139532799437051_7220682810955929426_o14012326_1139515669438764_740586881_o 14123468_1139534209436910_404581877_o

Saint-Tropez nunca mais foi a mesma desde que Brigitte Bardot suspirou naquelas paragens fazendo soltar outros tantos suspiros. Dizem que esta cidade se tornou o recreio de ricos e famosos devido à sua beleza e elegância difíceis de encontrar noutro lugar. Na verdade, o contraste entre o tipicamente medieval e a sofisticação das luxuosas embarcações no seu porto conferem-lhe uma característica peculiar de sobriedade, classe e bom gosto, num ambiente pitoresco e carregado de história.

O que visitar: Vieux-Port, Place des Lices, Citadelle, Vieille Ville

Onde comer: Sénéquier e Café de Paris (este tem bom sushi)

Melhores praias: Pampelonne e Plage de l’Escalet (menos conhecida e mais natural, linda)

Obrigatório: Provar a tarte tropézienne

This post will be translated ASAP.

capa

WHEN IN MONACO

By | COTE D'AZUR, LIFESTYLE, PHOTOGRAPHY | No Comments

14115383_1138189709571360_3752186934682593832_o14102973_1138187449571586_4224757479966874925_o13996149_1138186639571667_7550222991718073141_o14068524_1138187202904944_5180456072118041659_o14123427_1140299242693740_53635481_o 13995472_1138188889571442_667578399760320591_o 14067799_1138188782904786_2517827481661959847_o13995404_1138188676238130_3110080362457834143_o14102821_1138189179571413_3204816159375825923_o13957998_1138189712904693_454152899212891027_o13958231_1138188139571517_1510406229836367741_o14066266_1138186629571668_764425585668823693_o14114922_1138186452905019_5538375229174631434_o14115066_1138187086238289_11554325509016933_o14047347_1138186349571696_1812970527103939807_o14107663_1138189882904676_4315429358689023245_o14086405_1138188212904843_2621484158763825202_o14068405_1138186222905042_8867276209992000661_o14066363_1138187832904881_5797151986126359912_o13987553_1138187459571585_8494019557720337215_o14103043_1138187669571564_8819940225939166206_o14115646_1138186319571699_4237106103849001027_o13996290_1138187072904957_251117655163206653_o14086236_1138189542904710_7731647790090426945_o

É verdade universal e incontestável que o que falta em tamanho ao Mónaco, sobra-lhe em riqueza. Aqui, em média, um em cada três monegascos é milionário. Parece anedota, mas não é. Curiosamente, foi a cidade da Riviera Francesa com cardápios mais baratos. – Também não é anedota. Este principado construído a partir de um rochedo parece mais estar construído sobre um monte de factos particulares:

  1. Tem apenas 2km2 de área.
  2. É governado há 7 séculos pela família Grimaldi.
  3. Até 2002 podia perder a sua independência para França caso não houvesse herdeiros, no entanto, através de um tratado celebrado nesse ano, caso tal se verifique, o Mónaco mantém o estatuto de nação independente.
  4. Os monegascos são minoria no seu próprio país, perfazendo apenas 21,6% do total de habitantes. Os franceses são 28,4% e os italianos, 18,7%.
  5. A nacionalidade monegasca obtém-se apenas por decisão soberana do príncipe. Os critérios passam por ter residência mínima de dez anos e renúncia à nacionalidade anterior. Consta que em 2010, somente sete pedidos foram aprovados em mais de quatrocentos recebidos.
  6. O Grande Prémio do Mónaco é uma das mais famosas corridas do mundo. Ayrton Senna detém o recorde de mais vitórias na pista – ganhou 6 vezes.
  7. A bandeira do Mónaco é a mesmo que a bandeira da Indonésia. A única diferença é que a última é mais ampla. O vermelho e branco são as cores da casa Grimaldi.

Se estes não são motivos suficientes para que o Mónaco seja um must visit da Riviera Francesa, então que seja a simples sensação de viver no mesmo ambiente da história de amor dos príncipes Rainer e Grace Kelly, que tanta tinta fez correr na imprensa internacional. Tudo isto aliado à classe, estilo e prosperidade num lugar onde faz sol 300 dias por ano, que faz com que seja um dos destinos turísticos mais procurados do verão europeu.


capa3

NICE – TURQUOISE EVERYWHERE

By | COTE D'AZUR, LIFESTYLE, PHOTOGRAPHY | No Comments

14045379_1138260736230924_91112921_o14060519_1138267222896942_656102883_o 14060338_1138269139563417_1417569631_o 14045306_1138267429563588_228552969_o 14059984_1138267646230233_1820798223_o 14074954_1138263439563987_1886572286_o 14060169_1138259256231072_1168638306_o 14087468_1138263982897266_770933265_o14087300_1138271472896517_463676774_o 14045476_1138269196230078_2106804420_o 14113834_1138262742897390_1072107327_o 14074478_1138270886229909_155632933_o 14045196_1138269029563428_934297102_o14113929_1138271782896486_474903266_o14087168_1138266842896980_7149321_o 14114665_1138271976229800_1569947148_o14114018_1138268072896857_1231449382_o

Dizem que as boas surpresas vêm de onde menos se espera. Nice foi a prova disso. A senhora que me conquistou sem grandes esforços. Apresentou-se firme e calorosa, de encostas vestidas de incontáveis moradias, de um brilho quente mas acolhedor, numa simpatia que convida a gozar da sua companhia pelo maior período de tempo possível. Uma cidade que beija o mediterraneo numa leveza que faz lembrar os amores de verão, românticos ao por do sol, prendendo qualquer um à areia de seixos que ficam para admirar esta história de amor. Como bem hospitaleira, acolhe velhos e jovens, ricos e não tão ricos numa vasta panóplia de lojas, peixe e frutos de mar frescos, bons restaurantes, belas esplanadas e arquitectura gloriosa.

Com esta altivez de mestre da elegância e opulência do velho mundo, aliada o facto de haver sol o ano inteiro e ter uma localização costeira invejável, Nice pode ser considerar a capital não oficial da Côte d’Azur. Para quem quer viver o real espírito da Riviera deve alojar-se aqui e explorar as outras cidades próximas (ver próximos posts).

Onde comer: Há imensos restaurantes na Rue Massena, na Rue Bonaparte e na Old Town, difícil vai ser escolher.

Obrigatório: Ver o por do sol na Promenade des Anglais.

Evitar: Fazer praia em Nice. A praia não tem areia – tem seixos, e está concessionada quase na totalidade da sua extensão. Não saias tarde para jantar. Fica impossível estacionar o carro perto dos restaurantes por isso a melhor hipótese será deixar o carro no hotel e caminhar. Mais um bom pretexto para admirar a beleza da cidade.


They say that good surprises come from where you least expect. Nice was the proof of that. The lady who got me without much effort. She introduced herself firm and warm, dressed of countless houses, with a hot but warm glow, with such a sympathy that invites you to enjoy her company for the longest time possible. The city kisses the mediterraneo like a love story that turns even more romantic at sunsetting. She welcomes old and young, rich and not so rich in a wide range of shops, fish and fresh seafood, good restaurants, beautiful terraces and a glorious architecture.

For all that reasons, Nice can be considered the Cote d’Azurs’s official capital. For those who want to live the real spirit of the Riviera should stay here and explore other nearby cities (see next posts).

Where to eat: There are many restaurants on Rue Massena, on Rue Bonaparte and the Old Town, it will be difficult to choose.

Required: Watch the sunset on the Promenade des Anglais.

Avoid: The beach in Nice. The beach has no sand – has pebbles and is concessioned almost all of its extension. Go late dinner. It is impossible to park the car near the restaurants area. So the best is to leave the car at the hotel and walk. Another good excuse to admire the beauty of the city.

 

salientwplk